Chicos about los chicos loja Get in Touch

Renan

FOTOGRAFIA:  RODRIGO LADEIRA + FÁBIO LAMOUNIER

04042018

Em um sábado a tarde fotografamos mais de dez pessoas. Todas elas foram para fotos exclusivas do nosso novo material impresso. Enquanto combinávamos com o Renan sobre a foto que ele faria para a zine de beijos, ele demonstrou interesse em realizar o ensaio completo para o site. Entre muitas ideias e varias peças de roupas (tiradas), decidimos ir clicando enquanto conversamos e ouvíamos uma de suas várias playlist. Essas que são ótimas para receber o crush em casa.

“Pra mim, ser gay é um estado de espírito“Gay” era usado para quem era muito feliz, o que no caso eu sou, e muito. É muito além de interessar pelo mesmo sexo, é você ver o mundo de uma outra forma, conheço amigos(as) heteros super gays e a vida é bela!

Não curto rótulos acho que somos todos seres-humanos que deveríamos nos apaixonar por seres humanos.”

“Atualmente não estou trabalhando, mas quando trabalhei na Red Bull, fui o primeiro gay assumido a entrar e sei que tive uma grande importância lá, é uma batalha diária né, mas aos poucos você vai desconstruindo pensamentos, atitudes desagradáveis e ensinando um pouco o próximo. Mas nunca sofri homofobia lá, machismo talvez, mas nada que eu consiga lembrar então não deve ter sido tão impactante.”

“Foi bem doido! Minha mãe eu tinha acabado de fazer 17 anos e ela me pressionou demais porque já desconfiava fazia um tempo e eu respondi que sim. Ai eu postei no Twitter (sim, acredite) que eu era e aí todo mundo ficou sabendo de uma vez, tava se saco bem cheio de viver escondendo as coisas pra todo mundo, foi ótimo a vida já eliminou ali quem não valia a pena.”

“Meu primeiro beijo gay foi com 15/16 anos na época em um dos meus melhores amigos, foi no elevador do Shopping Bourbon.”

“Sofri um “bullying” quando pequeno obviamente, mas desde que me assumi sempre me posicionei bem em atitudes homofóbicas para educar e tals,
principalmente com meu pai.”

“Eu sou totalmente cabeça aberta para experiências da vida. E tenho uma visão diferente de relacionamento hoje em dia, uma visão diferente dos termos traição, liberdade, companheirismo e amor.”